04/04/2014

Um pouco do trabalho do projeto Tartarugas Urbanas nas areias das praias de João Pessoa e Cabedelo PB.
Das mil pequenas tartarugas que eclodem dos ovos postos na costa litorânea das várias partes do mundo apenas uma ou duas nadam tranquilamente até chegarem a idade adulta e de reprodução. Além de serem alvo dos predadores do mar, as tartarugas marinhas vêm sofrendo com os impactos trazidos pela ocupação humana na costa e da degradação das águas dos oceanos.
A pesca de arrasto, a presença cada vez maior de lixo flutuando nos oceanos e a urbanização das praias são alguns dos motivos para a preocupante diminuição de indivíduos dessa espécie - fazendo com que elas apareçam na lista de ameaçadas de extinção.
Praias como Manaíra e Bessa (João Pessoa) e Intermares (Cabedelo) recebem anualmente dezenas de tartarugas fêmeas para depositarem seus ovos nas areias das praias urbanas. Para proteger e conservar a espécie surgiu o projeto Tartarugas Urbanas da ONG Guajiru. Idealizado pela bióloga Rita Mascarenhas o projeto atua para resguardar a espécie da ação humana na costa de João Pessoa e Cabedelo, que inclui a catalogação e monitoramento dos ninhos até a soltura assistida desses animais ao mar. O programa de educação ambiental é realizado na sede provisória do projeto nas areias da praia do Bessa e durante o nascimento dos pequenos repteis - realizados a tarde. Todo este trabalho só é possível graças a doações e o esforço e dedicação de voluntários.
Uma a uma as indefesas tartaruguinhas são retiradas do ninho na praia do Bessa.

Visite - conhecendo o Projeto Tartarugas Urbanas

A ong divulga previamente a localização do ninho através das mídias sociais e convida a população e turista a assistirem o nascimento das tartarugas. Chegando na hora marcada, os animais são retirados da areia - cada ninho possui de 70 a 120 indivíduos - a área pode ser isolada e as crianças tem prioridade no acompanhamento. Enquanto a equipe faz o nascimento, a bióloga Rita faz uma pequena palestra de sensibilização e envolve o público para as questões ligadas a conservação ambiental, especialmente a proteção dos oceanos. Após a retirada delas é hora de coloca-las no seu ambiente no qual ela irá passar a maior parte da sua vida- o mar. As tartarugas andam alguns metros até o primeiro encontro com seu ambiente favorito. Pouco após entrarem na água as tartaruguinhas já conseguem nadar e é possível vê-las seguindo o início de suas trajetórias nadando pelos mares.



Uma corrida (lenta) pela vida, assim os filhotes de tartaruga caminham até o mar sob os olhares do público.

Sem dúvida conhecer este projeto e ver o nascimento desses seres ainda tão indefesos é um privilégio. Estando em João Pessoa não deixe de visitar e praticar o ecoturismo.

5 comentários:

  1. Eu simplesmente AMO as tartarugas, estou inconformada que estive em João Pessoa ano passado e não sabia desse projeto. =((
    Parabéns pelo post!!! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. A atitude do Projeto Tartarugas Urbanas é muito nobre. Mais um motivo para retornar a João Pessoa.
    Valeu pelo apoio, Cris (Dentro do Mochilão)
    e muito sucesso!

    ResponderExcluir
  3. OLÁ PESSOAL, BOM DIA, VENHO COMUNICAR QUE DESDE 15 DE OUTUBRO DE 2016, QUE SEMPRE ESTOU ENCONTRANDO TARTARUGAS MARINHAS MORTAS NAS AREIAS DAS PRAIAS DE MANAIRA E BESSA, MAS A FALTA DE SINALIZAÇÃO COM UM NUMERO DE TELEFONE PARA COMUNICAR AOS ÓRGÃOS COMPETENTES OS ACHADOS DE TARTARUGAS MARINHAS.
    DIA 19-10-1026 EU E UM SENHOR TIRAMOS DO MAR UMA GRANDE TARTARUGA MORTA DO MAR E COLOCAMOS NA AREIA DA PRAIA DE MANAIRA, PRÓXIMO AO MAG SHOPPING.
    HOJE 27-10-2016, CAMINHANDO A AREIA DE MANAIRA ATÉ O MAG SHOPPING ENCONTREI 2 TARTARUGAS MORTAS NA AREIA DA PRAIA ESTAS MENORES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sr. Carlos André, nós mesmos aqui do blog já presenciamos tartarugas mortas na beira-mar. A última que vi foi no litoral sul (praia de Barra do Graú). O projeto Guajiru tem feito o que pode, mas com poucos recursos. Inclusive, estão com inscrição de voluntários até essa semana. Vamos fazer um alerta no nosso instagram @ecoturis. Parabéns pela atitude positiva.
      Abraço

      Excluir
  4. Vocês tem algum site?

    ResponderExcluir

 
Toggle Footer